Quais os benefícios da musculação para quem tem diabetes?

Quais os benefícios da musculação para quem tem diabetes?

Todo mundo sabe que quem possui diabetes pode levar uma vida normal e equilibrada, praticando exercícios e se alimentando normalmente.

Mas você sabia que algumas atividades físicas podem fazer com que alguns indivíduos deixem a insulina de lado? 

A musculação, por exemplo, pode ser uma excelente aliada no controle da doença. O treinamento de força contribui muito para que o corpo recolha a glicose excedente na circulação, fazendo com que o nível da mesma no sangue do indivíduo também diminua.

Mas como isso funciona para quem possui diabetes?

Musculação e Diabetes

É assim: a musculação é responsável por ativar os canais de cálcio do músculo, desencadeando reações dentro das células para expressar o receptor insulínico na membrana celular.

Ficou complicado? A gente explica melhor.

A contração muscular que é feita durante a musculação aciona um transportador de glicose chamado GLUT4, que fica localizado dentro da célula. Quando o músculo é contraído, o GLUT4 se movimenta do interior para a superfície da mesma.

Quando isso acontece, o GLUT4 consegue absorver a glicose do sangue de modo mais eficiente, “queimando” a glicose, função esta que geralmente é muito mais complicada no organismo de quem possui diabetes.

Tudo isso impede que a glicose se acumule na corrente sanguínea, como costuma acontecer com quem possui diabetes.

E tem mais: todo esse processo de liberação do GLUT4 para encontrar a glicose presente no sangue é independente da insulina. Sim, é isso mesmo!

Anida que não exista a produção de insulina no organismo, é possível baixar os níveis de glicose no corpo do diabético apenas com a musculação. Incrível, né?

E os benefícios vão além

Segundo uma pesquisa realizada pela Universidade Estadual Paulista, em Presidente Prudente, os diabéticos sedentários têm um gasto financeiro 63% maior com consultas médicas em comparação com os ativos. Os sedentários também gastam muito mais em medicamentos que os participantes que praticam algum exercício.

Além disso, a atividade física proporciona o controle do peso, melhora do sistema cardiovascular, alívio do estresse e fortalecimento da musculatura.

Então, vamos começar?

Antes de qualquer coisa, é necessário entender que um treino feito sem acompanhamento de uma equipe multidisciplinar, de forma incorreta, pode causar possíveis crises de hipo ou hiperglicemia – quando o açúcar baixa ou sobe demais no sangue – ocasionando alguns sintomas desagradáveis.

Por isso, se você possuir diabetes, é fundamental seguir alguns passos antes de começar a se exercitar:

  • Faça um check-up com seus médicos (endocrinologista, cardiologista e oftalmologista);
  • Procure um educador físico, de preferência alguém especializado na área;
  • Alimente-se de forma leve, sempre com a orientação de um nutricionista;
  • Hidratação é fundamental antes, durante e depois do exercício;
  • Tenha sempre um sachê de açúcar à disposição. Se a glicemia baixar demais, ele será necessário;
  • Meça a sua glicemia antes e depois de se exercitar.

Não tenha medo de ser feliz. A pessoa com diabetes tem tanto potencial para evoluir no treino quanto qualquer outra, podendo se tornar um atleta profissional e competir de igual para igual com os atletas não diabéticos. Tudo isso vai depender da sua determinação e cuidados com a sua saúde.

Gostou de nossas dicas? Então que tal começar agora a ter uma vida mais saudável e feliz?

Deixe um comentário