Fibras: como elas auxiliam no dia a dia

Fibras: como elas auxiliam no dia a dia

Pouco lembradas, mas sempre presentes no cardápio tradicional do brasileiro, as fibras são capazes de fazer muito dentro do nosso organismo. No entanto, com o crescimento do consumo dos alimentos processados, industriais e fast-foods, elas foram aos poucos esquecidas e, até diríamos, racionadas.

Apesar de não soarem tão protagonistas quanto carboidratos ou proteínas, as fibras desempenham vários papéis de manutenção do funcionamento intestinal. Com o consumo correto (estipulado em cerca de 30 gramas por dia), são verdadeiras parceiras da boa saúde.

Mesmo assim, falta entendê-las. Portanto, iremos destrinchar um pouco mais desse elemento essencial em uma alimentação saudável e que pode melhorar aspectos do seu dia a dia (e até mesmo prevenir um câncer).

Fibras - Run Fitness

O que são as fibras?

Primeiramente, é bom deixar claro que existem fibras de vários tipos, encontradas em tecidos e nas carnes. As fibras de carne são feitas de uma substância nomeada colágeno e são digeridas pelo organismo. Já as alimentares, encontradas em tecidos, são diferentes, pois são constituídas pelo material que forma as paredes ou membranas das células das plantas. São essas últimas que iremos abordar.

As fibras alimentares são uma mistura de celulose e pentose (carboidratos), que inclui pectinas e gomas, e também a lignina (polímero). No nosso corpo, elas agem como sua sustentação, sendo uma das matérias-primas da nossa estrutura.

Ainda nas características técnicas, é bom deixar claro que elas se dividem em: solúveis e insolúveis.

As pectinas e gomas correspondem à primeira, se dissolvendo em meio aquoso e formando uma espécie de gel viscoso. As insolúveis, como celulose, algumas pentoses e as ligninas, absorvem água e aumentam de volume.

O que tudo isso quer dizer, porém, é que elas não são digeridas pelo corpo humano, mas permanecem dentro dele. Estranho? Pode parecer, mas é justamente por isso que são tão importantes.

Ao não serem digeridas, sua simples presença é capaz de aumentar o resíduo alimentar no intestino, o que dá mais massa às fezes e facilita a movimentação intestinal. Portanto, mesmo que não alimentem, são essenciais para manutenção de um corpo saudável.

Quais alimentos são boas fontes de fibras?

Uma boa notícia é que muitos deles já fazem parte do cardápio do brasileiro. Confira alguns especialmente selecionados, que além de ricos em fibras, também combinam com uma dieta balanceada e completarão sua alimentação saudável:

FRUTAS: Abacate, Abacaxi, Banana, Caqui, Goiaba, Laranja, Kiwi, Maracujá, Morango, Pêra, Pêssego, Uva-Passa, Abóbora, Abobrinha.

OLEAGINOSAS: Castanha-do-Pará, Nozes, Amêndoa, Amendoim, Caju.

CEREAIS: Soja Cozida, Aveia em Flocos, Farelo de Trigo, Farinha de Aveia, Farinha de Centeio, Farinha de Trigo, Farelo de Aveia, Pão de Aveia, Pão de Centeio, Arroz Integral, Feijão, Milho Verde.

LEGUMES, VEGETAIS E VERDURAS: Acelga, Agrião, Alho-Poró, Alface, Batata, Batata-Doce, Berinjela, Beterraba, Brócolis, Cebola, Cenoura, Couve, Couve-De-Bruxelas, Couve Flor, Espinafre Cozido, Inhame, Mandioquinha, Pepino, Pimentão, Quiabo, Repolho, Salsão, Vagem, Tomate.

Quais as vantagens de combinar uma alimentação saudável com consumo de fibras?

  • Por regularem a função intestinal, também servem como laxante natural.
  • Previnem a diverticulose e diverticulite.
  • Previnem a hemorroidas (e ajudam no tratamento).
  • Previnem câncer de cólon em cerca de 40%;
  • Em boas quantidades, estimulam uma maior rapidez do funcionamento intestinal, o que evita fermentação de substâncias nocivas na região e evita infecções.
  • Podem estar envolvidas com tratamento de diabetes. A hipótese levantada é que, ao se formar o gel viscoso com a dissolução das pectinas e gomas, a digestão e absorção do corpo sofram um efeito de retardo, o que filtraria a entrada da glicose na corrente sanguínea, sem elevar muito o seu nível.
  • O mesmo, em hipótese semelhante, aconteceria com o colesterol, já que o gel viscoso dificultaria a absorção do colesterol pelo intestino. Assim, reduziria as chances de complicações cardiovasculares.

Como consumir mais alimentos ricos em fibras?

Com todas essas informações, já deu para entender o quão significante as fibras são em uma alimentação saudável, não é? Por conta da característica de reter muita água e inchar, são ótimas para serem incorporadas em dietas, pois provocam aquela sensação de saciedade, mesmo em refeições menores.

Aumentar o consumo de alimentos ricos em fibras deve ser sempre feito com uma alimentação balanceada em mente. Por serem tão facilmente encontrados em qualquer buffet ou mesmo marmita, não é necessário tanto garimpo ou mesmo gasto.

Um bom começo é se consultar com um nutricionista. Esse é o profissional que lhe indicará os melhores caminhos para iniciar uma boa e saudável dieta!

Que tal começar a consumir alimentos ricos em fibras hoje? Conte para gente o que você vêm consumindo!

Deixe um comentário