O impacto da prática de exercícios físicos na vida financeira

O impacto da prática de exercícios físicos na vida financeira

Você conhece os benefícios dos exercícios físicos para sua saúde. Mas o que você pode não saber é que a atividade física também pode trazer benefícios para sua vida financeira.

Muitas pesquisas mostram que quanto mais você cuida da sua saúde física, pois menores são os riscos de doenças e consequentemente menores gastos com consultas médicas e remédios você terá. Mas isso não significa que os sedentários gastem mais. O fato é que, independente do seu peso, se você é viciado em TV ou games, provavelmente está perdendo oportunidades de ganhar e economizar money.

Veja neste post, como fazer (ou não) exercícios físicos podem impactar sua vida financeira.

Benefícios da atividade física na sua vida financeira

Os custos no seu salário

A redução dos custos de cuidados com a saúde não são os únicos benefícios dos exercícios físicos. Pessoas que praticam atividades físicas, pelo menos três vezes por semana, são mais produtivas no trabalho do que aquelas que não o fazem, de acordo com o Journal of Occupational and Environmental Medicine.

Além disso, pessoas que estimulam o corpo com alguma modalidade de exercício, garantem melhor saúde. Consequentemente, perdem menos dias úteis de trabalho, ou seja, menos dias descontados em folha por ausências. Além de garantir oportunidades de crescimento dentro das suas jobs.

Outro estudo publicado pelo Journal of Occupational and Environmental Medicine, descobriu que homens que se exercítam regularmente podem ter até 6% a mais de aumento salarial do que seus colegas sedentários. Entre as mulheres, o impacto na vida financeira ainda é maior. Aquelas que são praticantes ativas de atividade física, podem ter um incremento de até 10% no seu contracheque.

O empurrão do chefe

Se você ainda não está treinando, não foque no custo que ingressar em uma academia pode ter. Sabendo negociar tudo vai dar certo.

Diversas empresas possuem iniciativas que contribuem com a prática de exercícios físicos pelos seus funcionários. Por isso muitas promovem práticas de atividades laborais. Porém, isso não é o suficiente e elas sabem. Praticantes de exercícios físicos são mais produtivos e mais felizes. Você já checou se sua empresa não possui algum incentivo? Vale questionar se há algum subsídio para o ingresso numa academia.

Se esse benefício não existir, mostre os resultados de produtividade obtidos pela IBM, Google e Zappos, e inicie uma negociação com seus superiores.

Just do it

A mensagem é clara, não existe pílula melhor para reduzir o risco de doenças e custos de saúde do que fazer atividade física. Por isso, se você ainda acredita que ingressar na academia vai gerar tanto impacto na sua vida financeira quanto ir ao médico e comprar medicamentos, você está no caminho errado.

Já diz a nossa mãe: prevenir é melhor que remediar. Exercitar o corpo é o principal caminho para a prevenção das principais “doenças do século”. Afinal, um treino não tem como objetivo somente a estética. Mas também prevenção de doenças cardiovasculares, melhoria de mobilidade, relaxamento e até socialização.

Enquanto uma consulta particular com um cardiologista de referência, por exemplo, custa em torno de R$ 500,00, o custo de uma mensalidade em uma academia com alto padrão de serviços e equipamentos custa em torno de R$ 250,00. Levando os cálculos além, além da consulta, serão prescritos exames e medicamentos para um possível tratamento. Pense nisso!

Deu para entender que sua vida financeira está sendo impactada pela prática de atividades físicas? Tudo é uma questão estratégica. Por isso, o que você realiza hoje, impactará o seu futuro. Porque não evitar os futuros gastos com médicos e remédios através de uma vida saudável hoje! Pratique exercícios, tenha uma alimentação saudável, durma bem. Nós da Run Fitness Club estamos aqui para te levar nesta jornada. Converse com nosso time. Todos estão a postos para te auxiliar.

Agende uma aula experimental e venha a conhecer a Run Fitness Club.

#somosrunners