Modalidade

Power Jump

POWER JUMP

O Power Jump é um programa de ginástica, que utiliza um mini-trampolim para a execução de movimentos variados. Com a duração de 55 minutos, suas músicas contagiantes oferecem um elevado grau de motivação para os praticantes desfrutarem das simples coreografias e atingirem seus resultados rapidamente.

Como todos os programas Body Systems, uma nova aula de Power Jump é produzida a cada três meses com novas músicas e seqüências de exercícios eficientes e divertidos.

ENTÃO, DESCREVA UMA AULA TÍPICA:

São 9 músicas que inspiram um ótimo treinamento: seguro e eficiente.

1.Aquecimento: Início contagiante com foco no aquecimento do corpo. Momento para o praticante se adaptar à superfície elástica e conhecer os movimentos da aula.

2.Training 1: Primeiro momento para testar a coordenação. Damos início ao trabalho cardiovascular, com movimentos alternados das pernas como: StepTouch, Corridas, Elevações de Joelhos e Calcanhar.

3.Training 2: Execução de movimentos que exigem um maior equilíbrio do aluno, com movimentos de força alternada. Inicia-se a elevação da freqüência cardíaca com a execução de movimentos como: Chá – Chá, Hip Hop e/ou Cowboy.

4.Intensiva: Primeiro pico da aula. O aumento do esforço é caracterizado pela intensidade dos saltos e execução correta dos movimentos. Para os alunos com pouca condição física, o professor oferece opções de intensidade.

5.Recovery: Este é o momento para recuperar o fôlego, com combinações de movimentos simples. A recuperação da freqüência cardíaca é realizada através de exercícios localizados, como os agachamentos.

6.Training 3: Voltamos aos exercícios que aceleram o batimento cardíaco. Com movimentos focados na ação dos 2 pés, treinaremos com uma intensidade moderada – alta.

7.Electric Intensiva: O trabalho está focado em alguns exercícios já realizados na aula, e a sua intensidade aumenta no decorrer da música.

8.Estabilizadores: Momento de baixar a freqüência cardíaca e trabalhar o abdômen.

9.Alongamento: Hora de relaxar e alongar os músculos trabalhados.

COM QUE FREQÜÊNCIA DEVO FAZER AS AULAS?

Você vai se apaixonar e se encantar com o entusiasmo do Power Jump. Então não exagere! Para melhores resultados, faça Power Jump de 2 a 3 vezes por semana. Intercale com atividades que oferecem exercícios localizados como: BODYPUMP e musculação.

 

EM QUAL FORMA FÍSICA DEVO ESTAR?

Power Jump e para qualquer aluno apto a praticar uma atividade física. Pela estrutura da aula oferecer movimentos de fácil execução, sua intensidade pode ser auto-ajustável e você não precisa ser especificamente coordenado.

É fundamental para o treinamento não ser interrompido, trazer uma garrafinha de água e uma toalha de rosto. As mulheres podem usar roupas de sustentação forte para os seios.

Power Jump é contra-indicado para praticantes:

  • Com limitações de instabilidade nas articulações do quadril, joelho e tornozelos;
  • Gestantes, independentemente do período de gestação;
  • Labirintite não medicada.

Pessoas com restrições médicas devem participar das aulas de Power Jump somente com a autorização de um médico especialista. A avaliação física de sua academia pode ajudá-lo na identificação destes casos.