BLOG | Run Fitness Club

Está chegando o Super Sábado da Run

O Super Sábado da Run foi planejado especialmente para você curtir o melhor das atividades físicas com quem você ama.

O Super Sábado da Run Fitness Club será 07 de dezembro.

O próximo sábado, dia 07, será especial. É que vai rolar um evento inesquecível, a 300 metros da Run, no Ginásio da Escola Internacional de Florianópolis. Será gratuito e aberto tanto para runners quanto para convidados.

O plano é colocar muita gente para suar e liberar endorfinas por aí, com uma programação divertida que vai das 9 às 13 horas. 

O Super Sábado é a chance perfeita de levar as pessoas que você gosta para se divertir e descobrir que bem-estar e atividades físicas bem orientadas andam lado a lado. Com aulas variadas, dá para convocar até aquele amigo que acha que detesta academia, mas sabemos que ele só não descobriu o estilo Run de se exercitar ainda. Leia Mais

7 benefícios dos pets à saúde humana

Os benefícios dos pets à saúde humana vão desde o cuidado com o coração até a redução do estresse.

Uma vida repleta de bem-estar passa por um corpo ativo e saudável, mas certamente não se restringe apenas a isso. Em muitos casos, envolve animais cheios de amor para dar. A ciência concorda: ter pets faz bem para a saúde e para a alma.

Leia Mais

Conheça a Bike 30: a aula para quem não tem tempo a perder

Professores celebram montados em bicicletas indoor.

Sabemos que o seu tempo é curto mas isso não significa que você precisa renunciar a sua saúde e bem-estar. Pensando nisso criamos a Bike 30.

Das 24 horas que temos no dia, poucas costumam ser para algo muito importante: nós e nossa saúde. Entre trabalhos, compromissos, estudos e lazer é fácil deixar para depois os exercícios físicos. O resultado pode custar caro, seja porque as dores começam a aparecer ou até por problemas mais graves, como doenças crônicas.

Leia também – Abandono das atividades físicas: dê adeus a esse problema.

Por aqui, nós sabemos que essa é a realidade da maioria das pessoas. Portanto, criamos uma aula especial para pessoas com a vida corrida, mas que sabem que priorizar o autocuidado só traz benefícios.

Afinal, se é para colocar na agenda mais alguma atividade, que seja algo que valha muito a pena. Então apresentamos para vocês nossa aula Bike 30. Confira o porquê você deve investir meia horinha nela.

A Bike 30 faz você economizar tempo

Bom, se a questão é o tempo – ou melhor, a falta dele – essa aula foi feita para você. Em apenas meia hora você poderá suar o corpinho, liberar uns bons neurotransmissores e ainda ficar com aquela sensação de dever cumprido. Uma aula que maximiza o seu tempo e ainda é fácil de encaixar na rotina.

A intensidade que você precisa

Com a intensidade fácil/ moderada, o objetivo da Bike 30 é que seja flexível e que todos consigam exercitar o cardio sem sofrer. É claro que você vai sentir o corpo funcionar, mas sempre poderá adequar o seu ritmo ao que está rolando na aula. Ótimo para quem está começando e também para quem já está com o gás todo.

Uma vibe de festa que te faz dançar

Uma boa aula pede uma boa trilha sonora, não é mesmo? Como por aqui nós também amamos música, é claro que a nossa aula autoral seria cheia de pop e músicas que todo mundo conhece. Assim dá para cantar e se divertir durante todo o percurso! E, claro, relaxar a cabeça dos problemas que ficam do lado de fora.

Bike 30 é uma aula como nenhuma outra

Afinal, a Bike 30 é a nossa aula autoral e tem como objetivo a busca pelo bem-estar. A intenção é se movimentar e trazer muita disposição e saúde para o dia a dia. Como consequência, você tem uma vida mais saudável e um corpo prontinho para enfrentar a rotina corrida – e ainda sobra energia para umas boas aventuras. 

Por aqui é assim: investimos em excelentes metodologias (olá, Les Mills) mas quando percebemos que algo pode ser ainda melhor, não deixamos de criar.

Ficou com vontade de pedalar (e cantar) aqui na Run? Então corra para conferir o nosso quadro de horários e não perca a próxima Bike 30. Com a ajuda dos nossos professores atenciosos e queridos, você rapidamente vai encontrar tempo na sua agenda para não perder mais nenhuma aula.

Bora lá! 

Abandono das atividades físicas: dê adeus a esse problema. 

Nosso super guia te ajudará a eliminar o abandono das atividades físicas da sua vida.

Não pense que é só com você! Quase todo mundo já passou pela sensação de começar a se exercitar e, um tempo depois, passada a empolgação, ter uma imensa vontade de desistir.

Ainda que a vontade de largar tudo aconteça em todas as áreas das nossas vidas, abandonar os exercícios físicos pode custar um preço muito alto para nossa saúde. E está aí uma área que merece uma atenção extra, não é mesmo?

Siga conosco nesse guia que irá te levar motivar – sempre que preciso – a inserir de uma vez por todas o suor e as endorfinas na sua rotina.

Aniquilando o abandono das atividades físicas

Leia Mais

Gordura corporal: o que é, como medir e como reduzir a sua.

Quais números você se atenta ao medir o seu o corpo? O peso da balança? O seu IMC? O percentual de gordura corporal ou de massa magra? O número da fita métrica? Quaisquer desses critério são relevantes, mas para um bom entendimento de como anda sua saúde, é preciso atentar-se a estes dados em conjunto e nunca isoladamente.

Dito isto, vale lembrar que de todos esses parâmetros, um dos mais relevantes para a compreensão da saúde corpórea é, por vezes, um dos mais subestimados. Estamos falando do índice de gordura corporal. 

É esse índice que demonstra o quanto do nosso peso total vem exclusivamente da gordura. A taxa de gordura corporal mede tanto a gordura essencial quanto a de armazenamento. Uma alta taxa de gordura, faz com que nossos músculos não apareçam tanto e nos dão a noção de estarmos fora de forma – mesmo em corpos com aparência magra.

Entretanto, a atenção que devemos dar ao índice vai muito além da questão estética. É que quando elevado, o índice de gordura corporal pode favorecer ao aparecimento de doenças, como a hipertensão arterial, colesterol alto, problemas osteomusculares, diabetes e até alguns tipos de câncer. 

Porém, é importante lembrar que esse não é um número mágico e único que deve ser alcançado e varia de acordo com o gênero, idade e estilo de vida da pessoa. Para isso, é importante fazer medições frequentes e, sempre que possível, acompanhadas de um profissional.

Como medir o percentual de gordura corporal?

As maneiras mais comuns de se medir a gordura corporal são pela bioimpedância ou com um adipômetro. 

O que é a bioimpedância e como ela funciona para medir a gordura corporal?

A bioimpedância, por meio de uma leve corrente elétrica, mede a quantidade de água, gordura e massa magra do corpo. Provavelmente, trata-se do melhor método para a avaliação da composição corporal em nível de grandes populações e relativa simplicidade e alta reprodutibilidade. 

Leia também: Bioimpedância, o que é e como funciona?

Aqui na Run, temos uma balança de bioimpedância em que você pode fazer essas medidas. Para tanto, é indicado que você não tenha feito exercícios físicos por, pelo menos, 4 horas e não tenha comido ou bebido água nas últimas 2 horas. No caso das mulheres, o indicado é estar fora do período pré-menstrual. 

Ao final da medição, você terá dados muito relevantes para acompanhar seu desempenho e mudanças corporais, afinal, além da medida referente a gordura corporal, ainda saberá quanto do seu corpo é composto por massa magra e o seu peso total. 

Lembre-se que aqui na Run, você pode realizar o exame sempre que desejar, sem precisar agendar e o melhor de tudo, gratuitamente.

Adipômetro

O adipômetro também é frequentemente usado para se mensurar a gordura corporal. Para isso, o equipamento é usado para medir a espessura do tecido adiposo em diversas partes do corpo e, posteriormente, por meio de equações, chegar a um percentual aproximado. 

Verdade seja dita, medir a gordura corporal não é uma tarefa fácil. Para se ter precisão cirúrgica, é necessário fazer exames complexos e caros. No entanto, para a maioria dos mortais, trabalha-se com índices próximos da realidade e suficientemente bons para pessoas sem grandes sobressaltos na saúde.

 

Quais são os índices ideais de gordura corporal?

Agora que você entende a importância de se conhecer o índice de gordura corporal e como medi-lo, vale entender quais são os valores desejados. Como falamos anteriormente, esse valor irá variar conforme o gênero, idade e estilo de vida. 

Segue abaixo tabela de referência. (Fonte: Tua Saúde).

Valores de gordura corporal ideal para homens

  20 a 29 anos 30 a 39 anos 40 a 49 anos 50 a 59 anos
Atleta menos de 11% menos de 12% menos de 14% menos de 15%
Bom 11% a 13% 12% a 14% 14% a 16% 15% a 17%
Normal 14% a 20% 15% a 21% 17% a 23% 18% a 24%
Elevado 21% a 23% 22% a 24% 24% a 26% 25% a 27%
Muito elevado mais de 23% mais de 24% mais de 26% mais 27%

Valores de gordura corporal ideal para mulheres

  20 a 29 anos 30 a 39 anos 40 a 49 anos 50 a 59 anos
Atleta menos de 16% menos de 17% menos de 18% menos de 19%
Bom 16% a 19% 17% a 20% 18% a 21% 19% a 22%
Normal 20% a 28% 21% a 29% 22% a 30% 23% a 31%
Elevado 29% a 31% 30% a 32% 31% a 33% 32% a 34%
Muito elevado mais de 31% mais de 32% mais de 33% mais de 34%

 

Meu índice está alto, e agora? Como reduzir o índice de gordura corporal?

Se depois da avaliação você descobriu que o seu foco é reduzir a gordura corporal, confira a seguir quais passos podem te ajudar nessa jornada em busca de um corpo mais saudável e forte.

Treino intervalado de alta intensidade

Os treinos intervalos, que também são conhecidos como HIIT (High Intensity Interval Training) são os queridinhos quando o assunto é redução da gordura corporal. Rápidos, eles são uma aposta certeira por se mostrarem mais eficientes do que os exercícios aeróbios contínuos para quem deseja perder peso e queimar gordura.

Estudos indicam que treinos intervalados de apenas 20 minutos apresentam resultados semelhantes ou até melhores do que, por exemplo, uma hora contínua na bike. Esse tipo de treino intenso, ainda acelera o metabolismo e continua queimando calorias mesmo após o término do exercício.

Leia também: Economia de tempo x treino intervalado 

Musculação 

A musculação pode ser uma ótima aliada na hora de eliminar gordura do corpo. Isso porque ela é capaz de aumentar a massa magra e, com isso, melhorar a proporção corporal. 

O crescimento do índice de massa magra, também aumenta o consumo energético do corpo, já que músculos consomem mais energia do que gordura. Esse processo auxilia no emagrecimento.

Além disso, uma musculatura saudável e tonificada previne que o corpo sofra lesões nas demais atividades. Em resumo, inserir a musculação na rotina de exercícios não só ajuda na redução do percentual de gordura, como traz uma significante melhora na qualidade de vida.

 

Variações de exercícios físicos

Variar os tipos de exercícios que se pratica é uma boa maneira de se reduzir a gordura corporal, uma vez que diversos grupos musculares serão trabalhados, com variadas intensidades. 

Ao mesclar diferentes exercícios, há também uma melhora cardiorrespiratória, que é sempre bem-vinda tanto na qualidade de vida, quanto para se sair cada vez melhor nas atividades que auxiliam no ganho de massa magra.

Variar exercícios é uma maneira lúdica de manter o interesse nas atividades e criando hábitos que irão auxiliar nesse processo de melhora da proporção corporal. 

Sabendo dessas vantagens, nosso quadro de horários aqui na Run conta com as mais inúmeras atividades, para você descobrir qual será a sua favorita para queimar gordurinhas e suar a camisa.

 

Dieta equilibrada e adequada

Por mais que o exercício físico seja fundamental quando o assunto é diminuir o índice de gordura, é quase impossível colher bons resultados sem focar em uma dieta equilibrada e adequada para cada caso.

Para tal, é preciso levar em conta o estilo de vida de cada um, a idade, condições, histórico e objetivos. Dietas da moda feitas sem acompanhamento profissional raramente serão capazes de trazer resultados a médio e longo prazo, além de serem possíveis gatilhos para compulsões e distúrbios. 

Recomendamos fortemente que a sua busca pela redução da gordura corporal seja feita em conjunto com o acompanhamento de profissional da nutrição. Aqui na Run, acreditamos tanto nessa parceria entre exercícios e alimentação, que temos um espaço reservado para a nutricionista Elaine Silva

Afinal, uma boa busca pela redução da gordura corporal começa na construção de uma saúde melhor. Nada como aliar bons alimentos ao suor dos exercícios. Com esse combo, o sucesso é uma questão de tempo. E, claro, a aparência dos sonhos, chega quase como brinde.

Um corpo com bom percentual de gordura corporal é um corpo mais saudável

O segredo de um corpo com boa proporção de massa magra e gorda é o equilíbrio. Se manter nos níveis ideais significa que o corpo está bem nutrido e em dia com os exercícios físicos. Sendo assim, esse é um caminho cheio de recompensas. 

Lembre-se que a gordura corporal é um índice vital para uma boa saúde e que um corpo magro, não necessariamente, significa que é um corpo saudável. Monitorar esse parâmetro pode ser um ótimo pontapé para assumir de vez uma vida focada na boa saúde.

Resultados favoráveis são conquistados diariamente e hoje, sem dúvidas, é um ótimo dia para começar ou retomar essa caminhada. Afinal, nunca se é cedo ou tarde demais para se priorizar. 

Que tal começar hoje mesmo a sua busca por um índice de gordura corporal excelente? Conte conosco para fazer parte desta incrível revolução.

 

 

Sedentarismo: 7 problemas que você pode ter por não se mexer

A baixa quantidade de atividades físicas na rotina custam muito caro para a saúde. Combater o sedentarismo é fundamental para se ter um corpo saudável hoje e também na velhice.

A vida quase nunca dá uma trégua. Trabalho, faculdade, filhos, contas para pagar… quando nos damos conta, estamos nas estatísticas do sedentarismo. Algumas consequências são óbvias e estéticas, como aquela barriguinha que antes não existia. Outras, são mais difíceis de perceber, mas possuem um efeito devastador na saúde, como a hipertensão arterial ou a diabetes.

Sedentarismo pode comprometer a saúde do corpo e da mente. 

Leia Mais

Exercício físico como plano de saúde

 

A prática regular de exercício físico faz tão bem para o corpo e para a mente, que é quase um plano de saúde alternativo. 

Saúde é um tema tão importante em nossas vidas que com frequência pensamos sobre o assunto, não é mesmo? Não é à toa que desejamos uma boa saúde nos nossos votos de aniversários ou de final de ano para as pessoas que amamos. Afinal, ela é fundamental para que o nosso futuro seja ativo, feliz e cheio de conquistas.

Uma das maneiras de assegurarmos o nosso bem-estar é buscar um bom plano de saúde. Idealmente, ele nos garante serviços para prevenirmos e tratarmos doenças, como consultas e exames. Agora, vamos combinar? Bom mesmo é quando só precisamos ir ao médico para atendimentos de rotinas e exames periódicos. Afinal, isso significa que estamos com uma saúde de ferro.

 

Exercício físico como plano de saúde

Só as visitas aos profissionais de saúde não garantem um futuro saudável. Para alcançar essa meta, também é preciso manter uma rotina equilibrada e com doses regulares de atividade física. 

Aliás, pode-se dizer que se exercitar é tão fundamental para a prevenção de doenças quanto os tradicionais planos de saúde. Um bom exemplo disso ocorre nas DCNT, as doenças crônicas não transmissíveis, como cardiopatias, pneumopatias, acidentes cerebrovasculares, câncer, diabetes e transtornos mentais . 

De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), as DCNT são a causa principal de mortalidade e de incapacidade prematura na maioria dos países de nosso continente, incluindo o Brasil. Elas foram responsáveis por 38 milhões de mortes só em 2012.

De todas as causas levantadas, o sedentarismo tem um papel relevante no aparecimento de doenças. Sendo assim, se exercitar, além de trazer um imenso bem-estar, ainda é uma eficiente maneira de evitar inúmeras doenças.

 

Auxílio no tratamento de doenças autoimune 

Como já falamos por aqui antes, os exercícios também podem ser parte do tratamento das doenças autoimunes. Em mais de 100 tipos diferentes, as autoimunidades afetam 8 milhões de brasileiros (destes, 80% são mulheres). 

Nesse caso, a prática de exercícios regular é imprescindível, graças a sua capacidade de controlar a resposta imune e a secreção de hormônios. Além disso, as endorfinas liberadas durante o exercício tem papel importante na regulação do sistema imunológico e no controle da dor – que é muito comum em alguns tipos de autoimunidades.

 

Mens sana in corpore sano 

Quem nunca ouviu a frase “uma mente sã num corpo são”?  A famosa citação do poeta romano Juvenal é cada vez mais comprovada pela ciência. 

Como contamos no nosso post “Por que o exercício faz você feliz?”, a mente sã pode ser conquistada com muito suor, já que os exercícios ajudam a controlar a ansiedade, o estresse, a insônia e ainda liberam dopaminas (a substância ligada a felicidade) no corpo.

Além de trazer felicidade, se exercitar pode ser parte do tratamento de transtornos mentais. De acordo com estudo publicado na Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento, a prática recorrente das atividades físicas ajuda a manter o estado de equilíbrio psicossocial mais controlado. Eita, é muita coisa boa, né? 

 

Novas amizades e diversão

grupo de pessoas festejando em frente a paisagem de montanhas no por do sol

A prática regular de exercício físico ajuda a manter o corpo e a mente com uma boa saúde (Foto Helena Lopes para Pexels).

Além de prevenir doenças, melhorar o humor e ajudar a dormir, ser fisicamente ativo ainda aumenta (e muito) as chances de se conhecer outras pessoas que gostam das mesmas coisas que você. Com sorte, pode rolar até uma amizade duradoura ou, quem sabe, um(a) crush

Em boa companhia, com o corpo feliz e exercícios bem orientados, a diversão é praticamente garantida. Aos poucos, se movimentar vira um hábito e, com o passar do tempo, você não só estará acostumado, como irá desejar cada vez mais cuidar da sua saúde.

 

Exercício físico é fundamental na manutenção da boa saúde

São tantas doenças que podem ser evitadas com hábitos corretos, que poderíamos escrever um livro inteiro e ainda sobrariam ótimos exemplos para serem contados. 

Um bom exercício físico, além de trazer benefícios, pode ser um excelente aliados no tratamento e na prevenção de  enfermidades. Cada dia em movimento, é uma espécie de depósito na poupança da qualidade de vida

A parte boa, é que esse “plano de saúde” fica cada vez melhor com o passar dos anos (e não mais caro!). Lembre-se: você constrói hoje a velhice de amanhã. Que tal começar a olhar a academia como um plano de saúde lúdico e completo?

Estamos aqui para te ajudar nisso – e numa versão cheirosa, bonita e com atividades para todos os gostos. Venha para a Run descobrir as maravilhas de se ter uma rotina com exercícios físicos de altíssima qualidade e bem orientados.

Fica então a dica: consulte seus médicos com regularidade, mas lembre-se também de investir no “plano de saúde das endorfinas”. Bora suar a camisa? 

 

Atividades físicas são fundamentais na prevenção do câncer de mama 

Chega Outubro e o tema está na cabeça de todos: é o mês rosa, que nos lembra da importância da prevenção e diagnóstico do câncer de mama. A campanha tem sua razão de existir: só em 2018, quase 60 mil pessoas foram diagnosticadas com a doença.

De acordo com o INCA (Instituto Nacional de Câncer), o Brasil aparece na segunda faixa mais alta de incidência de câncer de mama no mundo, com 62,9 casos por 100 mil mulheres (taxa padrão utilizada mundialmente).

O lado positivo, é que a campanha tem surtido efeito. Ao trazer conhecimento e tratamento à população, apesar do alto índice de diagnósticos, estamos na segunda faixa mais baixa de mortalidade, ao lado de países como o Canadá e o Reino Unido. 

Em resumo, muitas pessoas são diagnosticadas com o câncer de mama no Brasil, porém a taxa de mortalidade é uma das menores do mundo (13 para cada 100 mil pessoas). 

Leia Mais

Let’s dance: a aula de dança festiva que faz suar a camisa

Grupo de pessoas em aula de dança em fundo escuro.

Conheça a nova aula de dança Let’s Dance, onde você se diverte enquanto se exercita.

Reza o ditado popular que “quem dança seus males espanta”. A ciência concorda. Parece que a magia de misturar sons com movimentos, por vezes não tão coordenados assim, faz bem para o corpo e para a mente.

Let’s Dance: uma aula de dança para espantar os males

Dançar, seja como e onde for, melhora a flexibilidade e a coordenação motora, combate o estresse, ajuda no controle da ansiedade e ainda estimula a circulação do sangue e a capacidade respiratória. Dançar é tão benéfico, que pode reduzir e até reverter sinais de envelhecimento no cérebro, de acordo com estudo publicado na Frontiers in Humans Neuroscience

O problema, é que com a vida corrida, dificilmente paramos para dançar. Muito menos colocamos essa atividade tão importante na rotina. Foi pensando nisso que criamos a Let’s Dance, a nossa incrível aula de dança aqui na Run. 

As aulas rolam com passos fáceis de seguir, mesmo para quem não tem experiência com dança. Com muita diversão e ao som das músicas do momento, a Let’s Dance entrega uma combinação sempre bem-vinda: queima de calorias com expressão corporal. 

Ao se envolver com os clipes passando no telão e aprender novos movimentos, é possível suar a camisa sem ao menos notar que está se exercitando. Em poucos minutos, os alunos já estão com um sorrisão no rosto, terminando a semana de maneira libertadora e prontos para começar o find com o pé direito.

Que tal dançar como se ninguém estivesse olhando?

Leia Mais

Explicando – A mente: a série da Netflix sobre o funcionamento do cérebro humano

Nova série Explicando – A Mente nos ensina sobre o funcionamento do cérebro de maneira didática, rápida e divertida. O lançamento é uma parceria entre a Netflix e a Vox Media.

Em 2018, a Netflix, em parceria com a Vox Media, lançou uma série documental chamada “Explicando”. Os episódios possuem temáticas variadas, com explicações sobre temas diversos, que vão desde kpop até orgasmo feminino. São uma boa dose de conhecimento em apenas 20 minutos, com uma narração divertida feita por celebridades e recursos visuais que além de didáticos, são bonitos.

Esse ano, a parceria ganhou uma nova versão, chamada “Explicando – A mente”, que se dedica a esclarecer o funcionamento do nosso cérebro. A inspiração para criar a série veio de uma simples pergunta “Por que não nos lembramos do que está na nossa geladeira?”.

É claro que as respostas vão além desta singela pergunta. “Os episódios refletem sobre o nosso senso de realidade, sobre a nossa humanidade” conta Joe Posner, o produtor executivo de Explicando – A Mente. “Como podemos ajudar a nós mesmos, e um ao outro, quando nossas mentes nos traem? O que podemos fazer para recuperar um pouco de controle?” ele complementa.

Com um storytelling amarradinho, depoimentos de profissionais e leigos, junto a muita ciência, a série nos ajuda a entender melhor o porquê agimos como agimos, nossas limitações e, claro, o nosso potencial.

Episódios de Explicando – A Mente na Netflix

Com cinco episódios, o primeiro trata sobre a Memória e como ela pode nos iludir, mas também nos ensina os truques dos maiores memorizadores do mundo. Já o segundo, é dedicado aos sonhos, seus significados e quais aprendizados podemos ter com eles.

O quarto episódio da série Explicando – A Mente é dedicado a meditação. (Imagem: Netflix/ Divulgação)

O terceiro nos dá um ponto de vista abrangente sobre a ansiedade. Desde os motivos pelos quais a sentimos até quais são as maneiras mais eficientes de se lidar com esta emoção (spoiler: exercícios físicos estão na lista!). 

Os dois últimos episódios são particularmente interessantes e nos mostram diferentes técnicas para termos um maior controle da mente – e, por consequência, da nossa própria vida. 

Leia também: 10 razões para meditar.

O mindfulness (ou atenção plena) é o tópico do quarto episódio. A prática meditativa nem sempre foi tão popular, mas alguns anos após chegar ao ocidente, passou a ser estudada por neurocientistas, que puderam comprovar sua eficácia e benefícios. 

Já o quinto e último episódio traz um tema polêmico e importante: os psicodélicos. Populares no movimento hippie, as substâncias que alteram a percepção da mente foram amplamente estigmatizadas nas décadas seguintes. Porém, novos estudos indicam que seu uso, quando bem acompanhado e indicado, pode trazer surpreendentes benefícios. O escritor Michael Pollan é um dos que aumentam o coro a favor dos alucinógenos. 

Divulgação científica em roupagem pop

Cada uma das cenas de Explicando – A mente foi criada cuidadosamente, com respaldo científico e depoimentos de especialistas. O que torna a experiência tão agradável, é a junção de um ótimo conteúdo com elementos gráficos divertidos junto a um bom ritmo, fazendo com que a compreensão de temas complexos aconteça facilmente. 

Por contar com episódios curtinhos, de apenas 20 minutos, é uma série que dá para maratonar facilmente. Em especial, se a maratona rolar enquanto caminhamos ou corremos na nossa esteira equipada com Netflix aqui na Run, não é mesmo? 

É natural que o ser humano tente compreender melhor o funcionamento da sua própria mente, então quando as explicações chegam assim, prontinhas para consumo, a vontade de devorar a série é imensa. 

“Explicando” é uma ótima dica para assistir na Netflix – seja enquanto você aquece o corpo e esvazia a mente na esteira ou mesmo no bom e velho sofá de casa. O que importa é estar sempre aprendendo. Não perca! 

 

Open chat
1
Seja bem-vindo, podemos ajudar?
Powered by